Raisites - Um Pouco Sobre Muitos - Viver a Vida - Encenando e Aprendendo

Vale a pena conhecer este site:

Banner
Estação da Música
Estação das Artes
Estação das Letras
Comunidade Ícaros
ArtStore - Loja de Novos e Usados de Arte

Arte e Cultura

Com estréia cercada de expectativas, a atual novela de Manoel Carlos (a última?), parecia precipitada no início, face a tudo que a imprensa já adiantava e a um casamento - por amor  - da protagonista (Taís Araujo) logo no começo. As cenas enganam. Enganaram mesmo. Conforme a novela se desenrola, a trama tece suas teias em volta dos personagens principais, garantindo boa audiência e a fidelidade do espectador no horário mais importante da TV brasileira.

Viver a Vida - Encenando e Aprendendo

Viver a Vida - Encenando e AprendendoMuitos estão bem na novela, especialmente as protagonistas femininas Taís Araujo, Aline Moraes, Lília Cabral e Giovanna Antonelli, esta última (como Dora), aliás, faz uma ponte perfeita para a travessia de uma novidade encantadora: a atriz Klara Castanho, menina de 8 anos que faz a filha dela. Anunciada como uma pequena vilã (a grande da trama, na verdade), a atriz conquistou o público que a ver apenas como uma criança esperta e não como uma malvadinha. Outro ponto forte na trama - este esperado - é Aline Moraes. Com uma personagem forte e marcante, a atriz paulista desfila seu repertório de emoções, como costuma andar nas passarelas: com segurança e beleza. Por outro lado, como em todos os folhetins de Manoel Carlos, os personagens masculinos são mostrados como infantilizados, inseguros e, algumas vezes, promíscuos. Mas devo apontar uma exceção que salta aos olhos: os personagens de Matheus Solano: os gêmeos Miguel e Jorge. Difererentes a ponto de boa parte dos espetadores não acreditarem se tratar de um mesmo ator, a representação dos gêmeos joga, inclusive, grande vigor neste formato das telenovelas (uso de gêmeos), ultimamente chato e cansativo para atrizes e atores da televisão brasileira.

Ler/Fazer Comentários (1)
Banner